Cérebro conta mentiras a toda hora para não ‘pifar’

 http://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2013/04/01/cerebro-conta-mentiras-para-as-pessoas-todos-os-dias.htm
Do UOL, em São Paulo
01/04/201317h45
Ilusão de ótica brinca com funcionamento do cérebro e da visão

Não precisa ser 1º de abril para as pessoas serem enganadas e caírem nos truques dos amigos. O cérebro humano prega peças em você o tempo todo para trabalhar direito – e não só para ser engraçadinho uma vez por ano.

Os 86 bilhões de neurônios que vivem dentro da caixa craniana gastam muita energia para emitir os impulsos elétricos que dão todas as ordens para o organismo humano. Para não pifar, o cérebro é obrigado a não processar “racionalmente” todas as informações que recebe.

“O cérebro tem por objetivo sempre economizar energia, devido ao gasto excessivo que ele possa vir a ter em determinadas situações. Por isso, ele se deixa enganar”, explica o neurocirurgião Fernando Gomes Pinto, professor do Hospital das Clínicas de São Paulo.

O órgão simplifica a realidade para diminuir o trabalho dos neurônios, como descartar informações ou inventar coisas que não existem. “Um exemplo disso é que ainda caímos em truques de mágica”, afirma o médico, já que o cérebro não presta atenção em tudo para não se cansar.

 

Uma das imagens mais famosas que “cria movimento em uma imagem estática” é esta. Uma edição do Jornal de Neurociência dos Estados Unidos fez uma homenagem à ilusão criada pelo psicólogo Akiyoshi Kitaoka chamada de “cobras rotativas”. Segundo o estudo publicado na revista em 2012, a sensação de movimento se dá mais por minúsculos e rápidos movimentos dos olhos do que pela visão periférica, que geralmente é tida como a responsável por este tipo de ilusão Reprodução

Pensamento vigilante

Os pensamentos são “manipulados” dentro do cérebro pelos lobos frontais. Produto da evolução do homem, esse circuito elaborado é capaz de inventar um fato e, ao mesmo tempo, ter a noção do perigo que essa mentira pode causar aos outros.

O cérebro analítico também tem sua parcela de culpa nas manipulações diárias do cérebro, segundo Gomes, já que atua como um vigilante das emoções ancestrais dos seres humanos, como raiva, amor, fome ou ódio.  Sem essa análise mais apurada – e muitas vezes mais devagar -, nós não conseguiríamos viver em sociedade nem criar vínculos.

“O ser humano pode sentir uma coisa e falar outra; isso é uma evolução humana. Isso permite a nossa organização em sociedade e, também, a mudar de opinião sempre que julgamos [necessário]. Muitas vezes nem são mentiras, são apenas omissão de fatos.”

Embora o animal seja mais intuitivo e rápido, como fazem as crianças, nem sempre eles são sinceros. Estudos científicos mostram que animais também têm ganhos quando mentem. “Alguns animais se fingem de mortos para se proteger. E isso não é uma mentira no plano consciente, mas é pela sobrevivência deles”, lembra o neurocirurgião.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s