Blogueiro trolla milhares de internautas incautos sobre “bolsa prostituta”

16/05/2013

http://www.cearaemrede.com.br/2013/05/blogueiro-trolla-milhares-de.html

Senado aprova pagamento de bolsa mensal de R$ 2.000,00 para garotas de programa.

“Senado aprova pagamento de bolsa mensal de R$ 2.000,00 para garotas de programa”, com este título, uma postagem do dia 10 deste mês, no blog Joselito Muller, é mais um dos muitos textos que caíram na internet e foram tidos como verdadeiros. O blog, de notícias fictícias, na linha de humor do G17, do sensacionalista – que até virou programa de tv, e outros, é escrito por Joselito Muller, nome também fictício.

Mesmo a “notícia” sendo totalmente descabida e o blog ser exclusivamente preenchido com textos de humor, muitos internautas compartilharam nas redes sociais, sem conferir a veracidade, causando revolta dos indignados – que também não procuraram se informar, com a suposta ajuda às garotas de programa.
Foram tantas pessoas tomando a informação com verídica que levaram à ira a senadora petista Ana Rita, do Espírito Santo.
O site dela chegou a publicar a seguinte Nota de esclarecimento:
“O mandato da senadora Ana Rita (PT-ES), presidenta da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, esclarece que a matéria publicada no blog de nome Joselito Muller é falsa. O referido projeto não é de sua autoria, além de nunca ter tramitado no Senado Federal. Informamos, ainda, que a senadora já está tomando as devidas providências junto à Procuradoria Geral do Senado, a Polícia do Senado e à Polícia Federal. Em caso de dúvidas, solicitamos acesso à relação dos Projetos de Lei apresentados pela senadora, conforme consta no link abaixo: http://www.senado.gov.br/atividade/materia/Consulta_parl.asp?Tipo_Cons=15&p_cod_senador=4869”

O blogueiro, mesmo sob o risco iminente de ter arrumado sarna para se coçar, aproveitou para espetar a ameaça e postou nesta quarta-feira (15), um texto com o título “Quando mentiras cretinas passam a se tornar verossímeis, é sinal que o país vai mal”. Nele, “Joselito Muller” diz “afirmei que o tal projeto era de autoria da senadora Ana Rita, do PT do Espírito Santo, mas depois, dada a repercussão, modifiquei o nome da suposta autora para “Maria Rita”.

O blogueiro continua: “A senadora publicou em seu site uma nota desmentindo a “notícia” (aqui o link: http://www.anarita.com.br/index.php/nota-de-esclarecimento/) e disse ainda que colocaria a Policia Federal no encalço do autor da mesma, no caso, eu.
Solícito, disse à senadora pelo twitter que, caso ela quisesse, poderia informar meu nome completo e minha localização para poupar trabalho à PF, pois considero que seria mais profícuo que ela – a PF – dedique seu tempo a vigiar as fronteiras e tentar amenizar a entrada de cocaína que as FARCs e a Bolívia enviam para o Brasil ao invés de correr atrás de mim.
Até o momento em que escrevo estas linhas, não obtive resposta.
Devo admitir, vá lá, que foi leviano de minha parte atribuir à parlamentar a autoria de um projeto inexistente.
Minha conduta é passível de reparação, caso sua Excelência queira me processar e, no âmbito do processo, comprove que sofreu danos em função de meu humilde post.
Redijo o presente não com escopo de me retratar, mas para expressar minha preocupação com o fato de que mentiras descabidas, redigidas em linguagem supostamente jornalística são verossímeis atualmente no Brasil.
Isso é um sintoma de que algo vai mal na política nacional, e demonstra que representantes dos poderes da República vem protagonizando atos capazes de deixar o povo estarrecido. Por isso qualquer absurdo se torna crível no Brasil de hoje em dia!
Exemplos não faltam, tais como a proposta de reforma do Código Penal, que quer punição mais rígida para quem pescar cetáceos em época de gestação, ao passo que torna o aborto de um ser humano um crime de menor potencial ofensivo, cuja pena máxima seria de dois anos de detenção e jamais teria o condão de colocar ninguém na cadeia.
Um país onde um parlamentar custa cifras absurdas ao erário, ao passo que o trabalhador convive com terríveis privações cotidianas; onde criticar o partido que encabeça o governo é taxado de golpismo, como se seus membros fossem a medida do bem e do mal; um país onde 38% dos alunos do ensino superior não sabem ler nem escrever é um cenário fértil para que o absurdo se torne rotina.”
A publicação dividiu opiniões. Os que entenderam a brincadeira chegaram a elogiar o texto, enquanto outros, especialmente os “trollados” (os que cairam na brincadeira), protestaram até com chingamentos contra o blogueiro.
Mesmo depois do próprio blogueiro explicar a brincadeira, muitas pessoas ainda não se deram conta. Continuam repercutindo o texto como se fosse verdade e mostrando indiganação pela bolsa às garotas de programa.
A dica na web é: Desconfie de tudo e, antes de compartilhar alguma informação, use o bom senso, faça uma pesquisa rápida. Verifique se a notícia foi divulgada em sites confiáveis. Na dúvida, jamais compartilhe.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s