Cacatuas são melhores em ‘achar’ objetos escondidos do que crianças

Do UOL, em São Paulo

As cacatuas de Goffin se saíram melhores nos testes para descobrir objetos escondidos do que primatas e até crianças
  • As cacatuas de Goffin se saíram melhores nos testes para descobrir objetos escondidos do que primatas e até crianças

Você sabe que consegue observar, calcular e presumir quando um objeto que some de seu campo de visão voltará a aparecer.  Basta pensar em um trem entrando em túnel, para saber que ele vai sair do outro lado, por exemplo.

O que é novidade para você – e para a ciência – é que uma espécie de ave tem também uma impressionante habilidade neste quesito, superando macacos e até mesmo crianças, que só desenvolvem plenamente essa capacidade aos quatro anos.

A informação é destaque em estudo conduzido em parceria pelas universidades europeias de Viena e de Oxford, que foi publicado nesta semana no periódico científico Journal of Comparative Psychology.

Para chegar à descoberta, os pesquisadores submeteram oito cacatuas de Goffin a quatro diferentes desafios de “impermanência de objetos”, como “movimento por trás de obstáculo”, “transposição”, “rotação” e “translocação”.

Para o cientista Auguste von Bayern, da Universidade de Oxford, “a habilidade de voar e caçar ou ser caçado no ar exige boa noção espacial do animal” e poderia explicar o surpreendente desempenho das cacatuas nos testes.

A conclusão, segundo Thomas Bugnayer, também envolvido na pesquisa, pode vir a ajudar a “entender a relevância dessas habilidades em termos de ecologia e sociabilidade entre animais”. Na divulgação do estudo, ele define a descoberta como uma “surpresa”.

Os testes

No primeiro experimento que recriou o teste elaborado nos anos 1950 pelo renomado psicólogo Jean Piaget, um prêmio (uma pequena porção de alimento) é posto em uma redoma que é então movida por trás de dois ou três obstáculos e vez ou outra é levantada. Quando um dos recipientes não guarda o alimento, conclui-se que ele está escondido atrás do outro obstáculo.

Nesta fase, humanos apresentam bons resultados apenas a partir dos dois anos de idade e só os macacos de grande porte se saem bem.

No segundo experimento, o prêmio é posto debaixo de uma redoma e misturado junto a outras redomas vazias. Tanto macacos quanto humanos apresentam mais dificuldade no que anterior.

Já o terceiro experimento consiste em esconder o prêmio em uma redoma e misturá-la junto a outras, que rodavam em uma esteira que movia em diferentes ângulos. Já o quarto, o mais elaborado, as aves são movidas de lugar enquanto assistem às redomas se mexerem.

Nos testes, a capacidade e a habilidade da cacatua de Goffin em saber aonde estava escondido o prêmio impressionou cientistas e revelou superioridade em relação a crianças e macacos.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s